Mundo ao Redor retorna a Recife com temporada

A coreógrafa Adriana Carneiro reestreia, na cidade, em 1º de setembro, com o espetáculo de dança contemporânea que trabalha interação de imagens em tempo real. Será no Teatro Barreto Júnior, a partir das 20h

Mundo ao Redor_foto Tiago Henrique_ _21_11_201534 (1)
Espetáculo Mundo ao Redor / Foto: Tiago Henrique

O espetáculo de dança Mundo ao Redor de Adriana Carneiro retorna a Recife, com nova temporada, a partir do dia 1º de setembro. A concepção do espetáculo se baseia no trabalho da aceitação do corpo como parte integrante de um sistema que abriga pessoas, corpos e coisas. Por intermédio do edital Funcultura Geral, o espetáculo ficará em cartaz durante todas as sextas-feiras de setembro (01, 08, 15, 22 e 29), a partir das 20h, no Teatro Barreto Júnior, que fica na Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, bairro do Pina, Recife. Os ingressos custam R$10, com direito a meia entrada, e estarão disponíveis na bilheteria do teatro a partir das 19h, sempre nos dias de espetáculo.

Mundo ao redor é construído com fusão de linguagens que envolvem fluxos de movimentos, palavras, projeção e interação de imagens. Adriana Carneiro, idealizadora, intérprete e coreógrafa do espetáculo, trabalha em um tom intimista as expressões corporais. “São imagens cotidianas do Recife as que são trabalhadas no espetáculo, projetadas em uma grande tela, interagindo e dialogando com o corpo transeunte, o corpo a corpo, o corpo sistema. Essas imagens, que representam um sistema que agrega corpos, são a inspiração para pensar nos movimentos desse corpo, criando assim, a dança do indivíduo”, explica ela.

Com produção executiva de Nadja Lins, o solo é realizado com áudio descrição, para pessoas com deficiência visual. Em seis anos, Mundo ao Redor já fez temporadas nacional, pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna, e regional, passando por lugares como Surubim, Arcoverde, Goiana, Tocantins e Goiás.

performance Mundo ao Redor - Adriana Carneiro (1)
Foto: Djalma Lima

Mundo ao Redor – foi concebido em 2011 com uma ideia base na Teoria de Unwelt – palavra alemã que significa ambiente. A Teoria indica que a mente e o mundo são inseparáveis, por que é a mente que interpreta o mundo, segundo o biocemioticista Jacob Von Uexkül. “A partir desta perspectiva, observando o corpo ligado a este raciocínio, denominei-o corpo pensante, também criador do seu próprio Umwelt. Subjetivamente, este Umwelt é também uma parte do Recife, é uma parte do criador intérprete e de todos em sua volta, mas pode ser em qualquer outro lugar no mundo e também, a partir da relação em que o homem faz da sua própria consciência e percepções diversas, advindas do seu próprio entorno”, explica Adriana Carneiro. O espetáculo estreou em 2012, na Casa Mecane, em Recife, e foi premiado em 2009 com o Fomento às Artes Cênicas, através do SIC Municipal e Secretaria de Cultura da Cidade do Recife. Em 2015, cumpriu temporadas nacional, pelo Prêmio Funarte de dança Klauss Vianna, e regional visitando lugares como Surubim, Arcoverde, Goiana e Tocantins. É um produto conceitual criado, também, com este propósito de interagir com a sociedade através das artes.  Comunica-se pela versatilidade que a temática oferece com interação midiática de software livre, e a dança em tempo real. A obra, já foi apresentada ao público em circulação nacional pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna em parceria com o SESC-GO e SESC-TO, bem como em Manaus, no Mova-se Festival de Dança de Manaus, e em Goiânia, na Mostra de Dança Manga de Vento que ocorreu no Teatro Centro Cultural da UFG (Universidade Federal de Goiás).

Adriana Carneiro – pernambucana formada em Tanzpädagogik pelo Konservatorium Wien Privatuniversität, em Viena. Entre 2008 e 2009 estrelou o solo Estação, apresentado no 14º Festival Internacional de Dança do Recife. Em 2009, produziu o vídeo dança Degraus, exibido no Seminário Interseções Corpo e Olhar, no Centro de Arte e Comunicação da UFPE, no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, na PlayRec, no Cine Teatro Apolo e no Festival de Inverno de Garanhuns. De 1999 a 2006, trabalhou no Tanztheater LUZ em Viena, do qual foi criadora. Lá, participou de outras produções como  Strassenkinder, Schale & Kern e Der Weg auf dem Weg.

Serviço:
O quê: Espetáculo de dança Mundo ao redor
Quando: Todas as sextas-feiras de setembro (01, 08, 15, 22 e 29), a partir das 20h
Onde: Teatro Barreto Júnior (Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, bairro do Pina, Recife)
Entrada: R$10 / meia entrada: R$5 (ingressos disponíveis a partir das 19h nos dias de espetáculo)
Categoria: Livre
Contato: (81) 3355.6398 / 3699

Autor: Maria Clara

Cantora e compositora. Canto desde que me entendo de gente. Acredito que toda verdade interior descoberta precisa ser compartilhada. Um viva às relações humanas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s