A arte de se vencer

Passei a manhã pensando, lembrando, lendo, meditando e chorando. No final do rito de preparação, havia chegado a hora de recomeçar. Aí procrastinei: Netflix seguido de sono, mas um sono que não me deixava, verdadeiramente, dormir. Era a inércia me entorpecendo, me amolecendo, querendo me fazer parar. Quem passa pelo sutil momento despercebido da dificuldade de levantar da cama e enfrentar a vida não sabe o quanto é vencedor.

Autor: Maria Clara

Cantora e compositora. Canto desde que me entendo de gente. Acredito que toda verdade interior descoberta precisa ser compartilhada. Um viva às relações humanas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s