É possível escolher, sempre

Havia uma festa mas não deu vontade de ir. Havia afazeres, mas coube mais um episódio da minha série favorita. Havia pressa, mas deu pra fazer o meu tempo. Havia desânimo, mas deu pra passar por cima e me abrir para algo de novo dentro da minha própria rotina. Dentro disso, a parte boa de poder fazer escolhas, a parte boa de passar um dia inteiro em minha própria companhia fazendo o que eu gosto, a parte boa de não me afetar com o que os outros podem estar pensando. A parte boa da vida: é possível escolher, sempre.