Música, dança, circo e moda animam a Feirinha da Torre

O público terá entretenimento gratuito e para todos os gostos no bairro da Torre.

Muita música, apresentação de danças urbanas e arte cênica para quem quer entretenimento de qualidade e gratuito. Amanhã (13), na Praça José Sales Filho, não faltará motivos para o público curtir atrações das mais variadas. A programação faz parte da 7ª edição da Feirinha da Torre e contará com a presença de artistas locais de diversas áreas.

Para início das apresentações o grupo Q-RISO promete prender a atenção do público de todas as idades com seu teatro de bonecos.

Q-RISO

Em seguida o grupo Kings On The Beats coordenado por Felipe Alexandre, dará um show de danças urbanas.

Kings On The Beats

A programação segue com a banda Dona Chica, formada no Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO), traz um repertório eclético nas vozes das cantoras Andreza Pontes, Kyara Muniz e Jullyanne Santos, além dos músicos Guilherme de Araújo, Anny Barreto, Júlio da Cunha e Romário Thomaz, contando, ainda, com a participação de Thiago Torres.

Dona Chica

Para fechar as apresentações do palco cultural, a banda RAIZ DE VENTO descortina a noite com a poesia de sua música, levando ao público o som marcante e singular de seu trabalho autoral.

Também à tarde, o evento contará com a presença de Ana Peroba que irá conversar sobre moda e estilo. A atividade ajudará o público com dicas sobre as novas tendências e como montar seu look de forma prática e econômica, aproveitando, inclusive, aquelas peças que foram retiradas do uso ou deixadas temporariamente de lado e que, facilmente, encontramos nos brechós da Feirinha.

A presença de mais de 70 expositores garante a satisfação de quem já está se acostumando com o evento a cada segundo sábado do mês! Os moradores do bairro da Torre elogiam a iniciativa que contribui com o meio ambiente, com a ciência, o artesanato e a diversidade cultural pernambucana e a consciência ambiental promovida pela Economia Circular. A Feirinha se reinventa a todo o momento e conquista o público pela qualidade e variedade.

A Praça José Sales Filho fica na Av. Beira Rio, esquina com a Rua Conde de Irajá. À sua frente o Rio Capibaribe contribui para uma das mais agradáveis vistas da Cidade. Segundo os organizadores, a Feirinha visa contribuir com a valorização do espaço, estimulando a convivência e incentivando a preservação do local.

Na próxima edição acontece ainda a oficina de construção de brinquedos com material reciclável e um acervo de brinquedos e livros infantis estará disponível para as crianças se divertirem. O ‘Ciência na Praça’, projeto criado pela pesquisadora Roberta Leme, continuará proporcionando as pessoas conhecimento científico nas mais variadas áreas do saber. Para a 7ª edição, a Universidade Federal Rural de Pernambuco, que segue em parceria com o projeto, trará professores que irão levar ao público informações sobre zoonoses (doenças infecciosas de animais, capazes de ser naturalmente transmitidas para o ser humano).

A Feirinha da Torre começa às 10h e as atrações estão marcadas para ter início às 16h. A entrada é gratuita e o evento encerra às 20h.

SERVIÇO:
O quê? Feirinha da Torre
Quando? Dia 13 de julho de 2019, das 10h às 20h.
Onde? Praça José Sales Filho (Esquina da Av. Beira Rio com Rua Benjamin Constant, bairro da Torre, Recife.)
Quanto custa? Gratuito

Este texto é uma produção da Cultura Iminente, produtora que nasceu com o propósito de anunciar e contribuir com o movimento contra a cultura de massa. A proposta é difundir a cultura que se faz urgente, que está próxima, que é local e que quer alçar voos mais altos.
Conheça a Cultura Iminente:
facebook.com/culturaiminente/
@culturaiminente

Em novo local, Feirinha da Torre traz oficinas gratuitas e atrações musicais

Em sua 5ª edição, a Feirinha da Torre chega, no próximo dia 4 de maio, a partir das 10h, em novo local: a Praça José Sales Filho, localizada na esquina da Avenida Beira Rio com a Rua Benjamin Constant, bairro da Torre-Recife. A pracinha faz parte do Circuito da Poesia do Recife, onde se encontra a escultura da jornalista e poeta Celina de Holanda, de autoria do artista plástico Demétrio Albuquerque. Para a próxima edição, o evento contará com apresentação da pianista erudita Áurea de Morais, a cantora Flávia Spencer, o Grupo Cigano Luz e Vida e outras atrações.

A Feirinha da Torre vem se consolidando como um espaço não somente destinado à exposição do rico artesanato pernambucano, mas também abre oportunidade para diferentes linguagens artísticas, como poesia, dança, teatro, música entre outras. Coordenada coletivamente por Lívia Aguiar, Marlova Dornelles, Rodrigo Silva e Virgínia Menezes, a Feirinha da Torre traz o conceito de Economia Circular como norteador de suas ações. Estimula expositores e público a refletir sobre sua relação com tudo o que se consome. “Nas reuniões de planejamento com os artesãos, todos são estimulados a trazerem aquilo que seria, normalmente, descartado em sua produção, dessa forma há uma troca entre eles e o reaproveitamento de resíduos ajuda a minimizar o impacto ambiental promovido pelo simples descarte”, explica Lívia Aguiar, uma das gestoras.

No processo de comercialização dos produtos da feirinha, o público ainda recebe uma ‘moeda simbólica’ por compra realizada. No acúmulo de 5 moedas, o cliente tem a possibilidade de trocá-las por uma linda ecobag produzida com material de banners que, anteriormente, iriam parar no lixo comum. “É uma forma de conscientizarmos o público, da importância em diminuirmos a utilização de sacolas plásticas”, ressalta Marlova Dornelles que além de gestora, também, expõe plantas na feirinha.

A Feirinha da Torre, também, irá inaugurar, nessa edição, sua programação de oficinas. “Teremos uma oficina gastronômica, onde o público irá aprender como reaproveitar a casca da banana em diversas receitas’’, conta Virgínia Menezes que, também, será responsável por uma oficina de artesanato em mosaico em que são reaproveitadas cerâmicas descartadas pelas obras ou por lojas de materiais de construção, transformando-as em peças decorativas.

Segundo Rodrigo Silva, o espaço criado para apresentações culturais vem se tornando uma atrativa oportunidade para os artistas locais, além de um espaço democrático para quem quer expressar alguma linguagem artística. “Na última edição, onde inauguramos esse espaço dedicado ao que há de melhor em nossa expressão cultural e artística, tivemos um recital de poesias com Cida Pedrosa e Susana Morais, as vozes marcantes das cantoras Maria Clara e LAIS, apresentação de capoeira com o grupo ARUANDAÊ e contação de histórias com Edna Braga”, diz o produtor cultural.

SERVIÇO:
O quê? Feirinha da Torre
Quando? Dia 4 de maio de 2019, das 10h às 20h
Onde? Praça José Sales Filho (Esquina da Av. Beira Rio com Rua Benjamin Constant, bairro da Torre, Recife)
Quanto custa? Gratuito

Este texto é uma produção da Cultura iminente, produtora que nasceu com o propósito de anunciar e contribuir com o movimento contra a cultura de massa. A proposta é difundir a cultura que se faz urgente, que está próxima, que é local e que quer alçar voos mais altos.
Conheça a Cultura Iminente:
facebook.com/culturaiminente/
@culturaiminente